quinta-feira, 29 de março de 2012

quarta-feira, 28 de março de 2012

terça-feira, 27 de março de 2012

sábado, 24 de março de 2012

segunda-feira, 19 de março de 2012

domingo, 18 de março de 2012

Artista Plástico Cratense representará o Ceará no SARAU CHATÔ 2012, em Brasília


Um dos mais importantes eventos artísticos de Brasília


Img_0316

O artista plástico cratense George Macário seguirá para Brasília nos próximos dias, onde representará o Ceará num dos mais cobiçados eventos artísticos, o SARAU CHATÔ, ponto de referência cultural na capital da república, destinado a eventos culturais.

Inaugurado em abril de 2008, o Espaço Chatô é um canal de comunicação para manter acesa a chama de Assis Chateaubriand, no que se refere ao seu ideal de elevação do nível cívico e cultural do povo brasileiro, motivando sempre o debate das grandes questões nacionais e o incentivo ao desenvolvimento da educação.

Img_0309

Na foto acima: Galeria George Macário, em Crato

O artista plástico cratense George Macário já realizou exposições em diversas cidades brasileiras, e suas obras são elogiadas pela crítica especializada. Um dos seus maiores entusiastas é o internacionalmente conhecido artista Bruno Pedrosa, que reside na França, e cujas exposições transitam nas maiores galerias do mundo; De Nova York a Paris, de Londres a Tokyo.

George Macário estará no Sarau Chatô no dia 22 deste mês de março e deverá levar algumas das suas mais recentes obras para uma exposição. O Sarau Chatô possui uma intensa programação de exposições, lançamentos de livros e apresentações musicais, e é parte integrante da estrutura da Fundação Assis Chateaubriand, localizada no Setor de Indústrias Gráficas, Quadra 2, Lote 340, no edifício-sede do Correio Braziliense, em Brasília (DF). O local dispõe de um salão de 80,35 m², margeado por agradável varanda de 745 m².


george_obra04

George Macário mescla diferentes estilos: Pós moderno e Impressionismo:

george_obra05


george_obra01

Após décadas nos estilos tradicionais, nos últimos anos, amadureceu a idéia de que unir a pintura com a escultura. Seus mais recentes trabalhos mostram relêvo, e cada vez mais o uso de projeções tridimensionais, formas abstratas que saltam da tela para o mundo real:

george_obra02

Recentemente o artista desenvolveu uma série de esculturas derivadas da sua própria forma de concepção visual

george_obra06


Fotografia das obras - Dihelson Mendonça

sexta-feira, 16 de março de 2012

terça-feira, 13 de março de 2012

Um mercado de arte para o Cariri

Começo esse artigo rememorando o que já escrevi sobre as artes visuais comandada por esses artistas de extrema talentosidade que o cariri produziu, produz. O Cariri pode muito mais, o cariri ter um circuito de artes super valorizado pelos consumidores da região como os de outros estados no eixo Rio-São Paulo! Onde está a prefeitura que peca ao não apoiar isso? Onde está o Estado nessa parceria? O SESC como instituição tem feito um papel importantíssimo ao abrir sua galeria para expor trabalhos dos mais variados, seguindo agora uma linha de pensamento conectado com a contemporaneidade, deixa muito claro sua excelência na representatividade artística e cultural da cidade e do estado - inclusive tive a oportunidade de expor lá. Mas o que está faltando que os artistas plásticos não faturam? Será qualidade artística? Duvido. Será modelo de imitação das instituições? Acredito que sim. Será falta de conhecimento na área de fluição do mercado? Sim. Por que os artistas tem que migrar para outro Estado? Será que as próprias instituições na região estão apenas catalogando os artistas abrindo seus editais (salvo o BNB que financia e dar cachê. Falta apenas o modelo de aquisição como o de Fortaleza) em vez de as afirmar, ou seja, já que são as instituições que conceitualmente elevam o status do artista, junto com os curadores, fazem o papel de juízes delimitadores da sua essência, porque isso não ocorre aqui no Cariri? Porque o SESC não investe num projeto de aquisições seguindo o modelo de investimento da arte como outros SESCs, Rio de Janeiro, tendo em vista o patrimônio artístico e assim divulgando no Brasil nossa identidade artística? Por que essas instituições já que procuram valorizar o artistas não o fazem mais acertadamente colocando em prática o intercâmbio com o consumo da arte em outros estados de maior poder aquisitivo? Amigos, artistas, leitores, constantemente e infelizmente recebemos no cariri pessoas que vem comprar trabalhos artísticos, curadores, e até artistas lá fora vendem por preços três vezes mais. O que quero dizer que o mercado de arte no cariri está como se estivesse dentro de uma panela, falta apenas acender o fogo para que seja consumido nossos talentos e acredito que se nós como sociedade caririense, artistas, não se ligarmos, estamos perdendo uma oportunidade de termos reconhecimentos; os artistas consigam preços adequados para seus trabalhos - até que venham de fora e ganhem a nossos custos nos tornando para alguns especuladores como empregados comprando nosso trabalho a preço de banana e comercializando a preço de caviar! Se liguem as instituições já que o mercado é capitalista, o que falta é a valorização da arte junto com esse capitalismo para fomentar ambas as partes. Evidentemente não estou defendendo que os conceitos sejam formados pelo capitalismo, mas que os conceitos sejam formados pela exigência do mercado x qualidade do artista x exigência das instituições.

Acredito muito que o Cariri ganharia novos investimentos extra-regionalidade porque para um mercado existir precisa-se mudar a maneira do sistema de capital e que tenha para nossa região a sua funcionalidade patrimonial. A funcionalidade patrimonial procura ver na arte a área também de conhecimento, como produto e não apenas como embelezamento, contemplação, decoração ou “hobby de desoculpados.” Como muitos ignorantes falam. O Crato, Cariri se desenvolveria substancialmente na área de cultura e artes.

O que desejam os artistas senão que entrem no circuito da arte. Apoiem essa idéia!

Chrystian Marques

Artista Plástico

quinta-feira, 8 de março de 2012

Vitrine Virtual, Lu Fernandes...

Matei a saudade de fazer uma foto e gostar dela.
Abraço pra todos!!!
Local: Quinta dos Lobos
Data: 2012-03-07

quarta-feira, 7 de março de 2012

CONVITE... Jornal do Cariri.

O Jornal do Cariri realizou importante evento cultural, que foi o Concurso de Fotografias, que teve como tema: "Novos Olhares sobre Juazeiro do Norte" e o pessoal do Zoom, bem como nossos visitantes, estão convidados para a solenidade. Vejam cartaz!

segunda-feira, 5 de março de 2012

domingo, 4 de março de 2012

Brinde, Zoomcariri... Revista

E a foto da semana vai... Vai para Dedé,

PARABÉNS, continue sempre conosco, participando! Diga-me como fazer para entregar o brinde! Abração

sábado, 3 de março de 2012

sexta-feira, 2 de março de 2012

Retratos Interiores - Hoje é Aniversário do Poeta Maldito, Wilson Bernardo


O Magnata da Paradoxalidade

http://4.bp.blogspot.com/-L-tV-iczG74/T1BfxXVY-TI/AAAAAAAAfN0/ncjKdSb9_OI/s1600/WB02.jpg


http://2.bp.blogspot.com/-cTNZlQGSeXk/T1Bfx388s2I/AAAAAAAAfOA/_QvrJ-Tre4s/s1600/WB03.jpg


Hoje tenho o prazer em anunciar um dos mais esperados aniversários do ano; Não de um político, uma autoridade eclesiástica, mas de uma pessoa do povo, um cidadão simples, que só anda pelas ruas da cidade, trajando bermudas, fotografando, registrando a história da nossa era para a posteridade, através de inúmeros projetos, dando a sua contribuição valiosa para o desenvolvimento da nossa sociedade através de muitas mídias: Fotografia, Poesia, Crônicas, e até Música. Wilson Bernardo, ou como costumamos chamá-lo por aqui pelas iniciais WB, é um cara muito querido pela população. MUITO MESMO! - Ele é o único "doido" de carteirinha que a cidade ama de verdade.

É bem verdade que existe aí uma meia-dúzia de detratores que nutrem grande inveja por esse "baluarte da cultura maldita dos guetos", mas ele, idiossincrasicamente, quer é mais...rs rs rs

Wilson é irreverente. Em si mesmo, paradoxal. Nunca se sabe com certeza o que ele pensa, e seus escritos causam sempre surpresa, além do desleixo "proposital" que nutre pela forma escrita clássica da língua portuguesa, não diferenciando por exemplo, Conserto e Concerto como formas distintas e várias outras particularidades, sendo a sua forma peculiar de escrita algo por si só a ser estudado, imitado, porém nunca igualado.

A este fã de carteirinha da vida boa, do Calçadão, das eternas biritas dos boêmios do Crato, mas sobretudo, pelo imenso amor e dedicação que tem para com os verdadeiros amigos, levemos a nossa mensagem de Feliz Aniversário, de uma vida plena de realizações, de conquistas e de boa saúde.

WB, em nome do Blog do Crato e Blog Cariricaturas, receba os nossos sinceros parabéns!

Dihelson Mendonça
Texto e Fotografia.