quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Ensaio - Kamilla Salgado - Miss Brasil - Por: Dihelson Mendonça


Durante a visita da Miss Brasil, Kamilla Salgado, nesta semana fiz uma matéria, que foi publicada em diversos Blogs da região. Agora também um resumo, para se adaptar às regras do Zoomcariri.

Kamilla Salgado é beleza, é arte, e é sobretudo, simpatia...

Image24


A comitiva...

Image4



IMG_7883

Lindas mulheres até aonde a vista alcança. Do lado direito...

IMG_7877

Do lado esquerdo...

IMG_7870



Image11



Image2

Princesas e rainhas...

Image3


A foto fica boa até tendo as velhas portas da prefeitura como cenário, quando a modelo é uma gata fatal.

IMG_8135

O fotógrafo é um ser privilegiado, porque os toca com os olhos...com a luz e a imaginação...


Image20

Parabéns, Kamilla Salgado, por sua beleza eminentemente Paraense ( como são belas as Paraenses ), sua simpatia, e sobretudo, inteligência.

O.B.S - Kamilla Salgado veio ao Crato a convite do promoter André lacerda, que apresentou no último dia 23 o Concurso oficial de Miss e Mister do Estado, que leva representantes para concorrer a nível nacional. Foi realizado na Chopperia Saloom, com show de humor de Luana do Crato.


Fotos: DM STUDIO - Dihelson Mendonça -

ATENÇÃO: É Proibida a Reprodução sem autorização por escrita do Autor. Os infratores serão processados com base nas leis de propriedade intelectual e direitos autorais. Todos os Direitos Reservados.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O PROFANO É SAGRADO...WILSON BERNARDO.

Amanhecer e sentir o suor da manhã
Na fronte aberta
No que mais seduz a plena vontade
do prazer

Seios maculados na espera de línguas
Cansadas da lida
Saborear o néctar
de abelhas desprovidas
O mel e a suprema bebida
Sabores de mulher no prazer concebidas.
Wilson Bernardo(Poema & Fotografias)

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Vitrine Virtual, Lu Fernandes...

Modelo: Izzabela Macêdo

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Pachelly Jamacaru, Fotos simples, porque não postar?

Foto feita em meu jardim.

O Zoomcariri convida todos postarem suas fotos, de que gênero for, artísticas, de turismo, Books, de Viagem, jornalísticas, macros do seu jardim, abstratos, nus artísticos, paisagens rurais ou urbanas, etc. O importante desengavetarem sua produções, porque o exercício de fotografar já é por si um exercício de aprendizagem e compartilhado poderá vir a receber informações, críticas, elogios, sugestões que abrirão horizontes e situarão o seu trabalho numa visão mais global no universo da fotografia.

A praçinha, seu bebê, sua modelo preferida, um fato ocorrido, uma cena de viagem, sua cidade, a noiva na igreja, seu jardim ou o seu trabalho artístico, que poderá transmitir conhecimentos de técnicas para aqueles que estão iniciando e precisam ver o lado mais aplicado e profissional do mundo das fotos.

Todos este temas e motivos aparentemente simples, poderá ser artístico se a sua abordagem suscitar isso, buscar um diferencial. Bem como apenas externar um momento seu que reflita seu estado de espírito. Um momento Hobby, despretensiosamente!

O Zoomcariri é uma página aberta ao seu talento, suas emoções, suas aspirações, suas inspirações.

Pachelly Jamacaru

"Olhares do Cariri"

sábado, 25 de setembro de 2010

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

DESMUNDO - Joilson Kariri



Á Flor da Pele


DESMUNDO
    (Joilson Kariri)

Há uma vida na esquina
um pedaço de pão, um gole de pinga
Não xinga!
A noite morna faz meu teto
a fome rosna e eu quieto
sorrindo meu sorriso insano pras belezas da vitrina.

Meu cabelo reggae te assusta
sou preto de cor, sou pobre, sou puta
cão sem dono cá sem mundo... Vagabundo!
Sorrindo meu sorriso insano pra feiúra da sarjeta.
E meus pêlos pubianos escondendo a etiqueta do terno que já foi seu!

E no vestido que você me deu murchou a flor vermelha.
Não me queira mal... Nem me queira!
Sou branco de cor sem eira nem beira
sou preto nagô no resto da feira, 
sou o avesso do cartão postal...
um gole de pinga, bolacha água e sal.

Sou mulher da esquina
resto do carnaval
Mas o meu lençol de jornal trás notícias do Norte,
Fala de guerra, fala de rock.
E a flor vermelha do vestido que era seu
que enfeitou o meu dançar
que enfeitei as ruas
murchou, murchou... Morreu!

*Texto e fotografias de Joilson Kariri

As Árvores têm Alma - Homenagem ao Dia da Árvore - Dihelson Mendonça


http://3.bp.blogspot.com/_WY3qKeZY6L0/TJrCj3Of1kI/AAAAAAAAS3c/psv4zgvF-RU/s1600/Na+Encruzilhada+-+Dihelson+Mendon%C3%A7a.jpg


A Árvore da Serra


( Augusto dos Anjos )

— As árvores, meu filho, não têm alma!
E esta árvore me serve de empecilho...
É preciso cortá-la, pois, meu filho,
Para que eu tenha uma velhice calma!

— Meu pai, por que sua ira não se acalma?!
Não vê que em tudo existe o mesmo brilho?!
Deus pos almas nos cedros... no junquilho...
Esta árvore, meu pai, possui minh'alma! ...

— Disse — e ajoelhou-se, numa rogativa:
«Não mate a árvore, pai, para que eu viva!»
E quando a árvore, olhando a pátria serra,

Caiu aos golpes do machado bronco,
O moço triste se abraçou com o tronco
E nunca mais se levantou da terra!

Foto: Dihelson Mendonça

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

PARTICIPE, PARTICIPE!

Mais brindes surgiram para o grande ganhador do CONCURSO ZOOMCARIRI. A produtora e locadora de fotografias, a "LOCALFOTO" uma das mais conceituadas no Nordeste, fará brindes de livros e, a fotógrafa Nívia Uchôa, brindará com uma de suas belas fotos.

Partipem, participem, participem!

Pelo dia Da árvore! Pachelly Jamacaru

Parte o coração lembrar que, todos os dias descem caminhões da Chapada do Araripe corregados com este presente que a criação deu ao Povo do Cariri. Desce sobre 4 rodas, essas maravilhas da Floresta do Araripe!








Fotos: Pachelly Jamacaru
Direitos reservados.

Vitrine Virtual Samuk.

Hoje é o dia da árvore. E os pequizeiros da chapada estão abotoando, as flores desabrochando. E quando chegar janeiro o pequi rola nas veredas e estradas da flona! Samuk.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

O SERTÃO JÁ FOI MAR!


Iguais a esta concha da foto (still do documentário Formação Romualdo - O Milagre Paleontológico, de Jackson Oliveira Bantim com roteiro de Dr. Álamo Feitosa) foram encontrados na região da Bacia do Araripe vestígios fossilizados da mesma concha de equinoderma, seres exclusivamente marinhos, ´nos dando a certeza de que a região do Araripe já esteve coberta por um mar cujas águas estavam sobre o continente.

FOTO: J.Oliveira Bantim

domingo, 19 de setembro de 2010

ZOOM Informes... Equipamentos & Lançamentos

Mais novidades Nikon

Vêm aí a D7000, sucessora de D90.


Ainda faltam cinco dias para a Photokina, a maior feira de equipamento fotográfico do mundo, realizada na Alemanha. Mas a segunda maior fabricante de câmeras fez vários lançamentos interessantes por antecipação e de uma vez só. Quem acompanha os sites de rumores (sim, eles não existem apenas para a Apple) já tinha ideia de que viria por aí uma câmera com a sigla D7000. Agora é oficial. Ela será uma escolha natural para quem andava pensando em adquirir a D90, pois efetivamente é sua substituta, com aperfeiçoamentos em todos os recursos.



Reunimos a seguir os seus pontos de destaque, comparados aos da antecessora D90 e de sua competidora mais direta, a Canon EOS 60D:

Sensor CMOS DX de 16,2MP
D90: CMOS DX de 12,3MP
60D: CMOS APS-C de 18MP

ISO de 100 a 6400, expansível até 25600
D90: ISO 200 a 3200, expansível até 100 e 6400
60D: ISO 100 a 6400, expansível até 12800

Fotometria: sensor RGB de 2016 pixels
D90: Sensor RGB de 420 pixels
60D: iFCL com 63 zonas de medição (o mesmo da 7D)

Novo autofoco com 29 pontos de sensoreamento, incluindo 9 pontos em cruz
D90: 11 pontos em cruz
60D: 9 pontos em cruz

Novo obturador certificado para 150 mil cliques, 1/8000s
D90: 100 mil cliques, 1/4000s
60D: 1/8000s

Pentaprisma de vidro com cobertura de 100% e ampliação de 0,94x
D90: Pentaprisma de vidro com cobertura de 96% e ampliação de 0,94x
60D: Pentaprisma de vidro com cobertura de 96% e ampliação de 0,95x

Vídeo Full HD (1080p) a 24fps, Standard HD (720p) a 24 ou 30fps, autofoco contínuo, formato MPEG4 (H.264), aceita microfone externo estéreo
D90: Standard HD (720p) a 24fps, foco manual, formato AVI (Motion JPEG), somente microfone interno mono
60D: 1080p a 24, 25 ou 30fps; 720p a 50 ou 50fps, formato MOV (H.264), aceita microfone externo estéreo

Captura contínua: 6 fotos por segundo
D90: 4,5 fps
60D: 5,3 fps

LCD fixo de 3 polegadas, 920 mil pontos
D90: LCD fixo de 3 polegadas, 920 mil pontos
60D: LCD articulado (Vari-angle) de 3 polegadas, 1.040 mil pontos

Corpo de liga de magnésio selado contra poeira e líquidos
D90: Alumínio e plástico
60D: Alumínio e plástico

Armazenamento: dois slots SD/SDHC/SDXC
D90: Um slot SD/SDHC
60D: Um slot SD/SDHC/SDXC

Preço: US$ 1200 (EUA, só corpo)
D90: US$ 1000 (EUA, só corpo)
60D: US$ 1100 (EUA, só corpo)

Com o novo processador de imagem EXPEED 2, que é mais veloz e ao mesmo tempo mais eficiente em consumo, a D7000 pode atingir a notável autonomia de 1100 fotos por carga de bateria, segundo a Nikon. Para ela também existe um grip com bateria, modelo MB-D11, também construído em metal, que deverá proporcionar uma autonomia de mais de 2 mil fotos com baterias de íon de lítio.

Em relação à concorrência Canon-Nikon, é interessante observar como a Canon abandonou o corpo de metal da 50D para criar um de plástico para a 60D, enquanto a Nikon fez o inverso e passou do corpo plástico da D90 para um de metal na D7000. Também é digno de nota que a nova Nikon grava vídeo Full HD 1080p - um detalhe nada desprezível que estava fazendo a Nikon perder vendas para a Canon, cujas DSLRs que filmam suportam desde o início a resolução mais alta. A D90 foi a primeira DSLR a gravar vídeo, mas de forma limitada; com o upgrade, a Nikon volta a competir em igualdade com a Canon nesse quesito. Porém, o visor articulado, útil para filmagens, só existe por enquanto na Nikon D5000 (que só grava em 720p) e na Canon 60D.

O kit da câmera com objetiva virá com a AF-S DX Zoom-Nikkor 18-105mm f/3.5-5.6G ED VR, ao preço de US$ 1500. Enquanto isso, a best-seller e precursora D90 continuará em produção.

sábado, 18 de setembro de 2010

PLANETAS CONTIDOS... Experimentos poéticos sobre experimentos fotográficos. Pachelly Jamacaru

Que planetas são estas esferas soltas,
De simples distinção,
Entre o construir e o desconstruir!
O que arquiteta o homem?
O que edifica que não o humaniza?




Tijolos egolátricos, assentados no alicerce da alma.



Em sua infinda procura pelo que está acima de tudo,
Que não está ao lado com todos,
Marcha a engenharia da ruína humana!
Servente é o que somos, pensando mestre ser,
Construindo escombros nos subterrâneos de nossos mundinhos



Enquanto perdure o engano,
Somos tão bons de disfarces e tão teatrais,
Que não nos reconhecemos atuando
Em nossos planetas contidos,
Demolindo o que não compreendemos, e nisso, nós!



Em nossa operária retórica,
Entendemos que nos damos melhor
Em nossa- auto-órbita,
Deixando por menos, omissa, nossa omissão,
Fingindo não ser conosco, o convosco!



A ilusão da supremacia sobre todas as coisas
É uma argamassa mal preparada,
Dando sustentação às colunas
Da inverídica verdade-absoluta,
A de que somos o Central-Parque do universo.



Nota do autor: Todas as fotos foram feitas em formatos Raw,
convertidas para JPG. Não contém artifício do photoshop.
O mesmo tratamento que se dar as fotos convencionais, foram
aplicados neste ensaio. São portanto, fotos como qualquer outra.

Pachelly Jamacaru
Direitos reservados.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

INFORMATIVO:

As cores do sertão em seus momentos cotidianos são mostradas através das lentes de Tiago Santana. O fotógrafo nascido no Crato inaugurou no último dia 16 a inédita exposição Cariri Mágico no Espaço Cultural Porto Freire.

A expressão de sofrimento, o consolo pela fé, o céu e uma foto. O preto e o branco, a interpretação da paisagem, a religiosidade e uma foto. A cultura de um povo, mais manifestações de fé, as cores latentes do sertão, o recorte exato e uma foto. A simplicidade e a autenticidade de Tiago Santana transpõem as fronteiras retalhadas pela câmera e fazem o expectador navegar pelos horizontes secos do Interior cearense.

O fotógrafo inaugura Cariri Mágico. Exposição inédita no Ceará que traz o sertão caririense em suas cenas do cotidiano. As imagens que já foram exibidas no Sesc Ipiranga São Paulo pousam no Espaço Cultural Porto Freire até o dia 30 de outubro. Agora, Tiago Santana resgata fotografias em cores que foram acumuladas durante momentos de verdadeira peregrinação. “As imagens do Cariri Mágico foram feitas ao longo de vários anos quando estava fazendo o projeto Benditos ou mesmo nessas minhas andanças pela região. Sempre sem nenhuma pretensão de fazer um ensaio específico em cor. Mas tenho um trabalho, feito silenciosamente em cor, que sempre estou desenvolvendo, mas que nunca mostro. Essas são raras imagens desse universo em cor que saíram do meu arquivo e foram mostradas”, comenta o fotógrafo.

Cearense do Crato, nascido em 1966, infância e adolescência vividas já em trôpegos contatos com o universo das artes visuais. Tiago Santana é um nome firmado na fotografia nacional com trabalhos publicados em jornais, revistas e livros no Brasil e no Exterior e participação em acervos e coleções. Recebeu os prêmios Marc Ferrez de Fotografia e Conrado Wessel de Ensaio Fotográfico. Quando criança, acompanhava o pai em reuniões. Carregando um projetor e partilhava desenhos animados com os colegas. Em seguida, começou a produzir vídeos caseiros de temas variados. O poder da imagem começava a entrar na vida de Tiago Santana. “Foi por ter passado minha infância e parte da adolescência nesse universo que me fez fotógrafo. O convívio com as experiências visuais desse lugar é muito forte e me marcou de forma definitiva. Essa região ainda me alimenta nas minhas pesquisas, nos meus trabalhos, na minha busca em contar histórias através das imagens” enfatiza o fotógrafo.

Relançamento

Também aconteceu o relançamento de Benditos. Uma das mostras mais conhecidas e que neste ano completa uma década de existência. O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura foi o primeiro espaço a receber Benditos, em 2000. “Deparei-me que faz exatamente 10 anos que fiz a minha primeira exposição individual e o meu primeiro livro que foi o Benditos. Isso é muito simbólico, pois esse trabalho, que levou oito anos para ser concluído, foi o meu processo de aprendizado e de amadurecimento como fotógrafo”, disse Tiago Santana.

A coletânea de fotos trata dos romeiros que lotam Juazeiro do Norte e seu entorno cheios de crença e esperançosos por milagres. De acordo com Tiago Santana, Benditos foi pensado em preto e branco, desde a sua concepção, pois a cor se tornava desnecessária ao discurso visual. “A cor naquele caso não agregaria, ela dispensaria a tensão o mistério que os Benditos tenta mostrar”, pontua o fotógrafo.

Pedaços de faces, detalhes de imagens, enquadramentos sinuosos, a paisagem humana do Nordeste e uma clara brincadeira de esconder e mostrar. Desse modo Benditos foi se definindo durante essa década. “A fotografia me completa. É fundamental para mim esse processo. Digo que a fotografia é apenas um pretexto para conhecer o mundo, para conhecer o outro, para descobrir-se. Essa experiência é muito mais importante do que o resultado do trabalho. E nesse processo as imagens surgem naturalmente. É mágico”, frisa Tiago Santana.

E MAIS

Tiago Santana já prepara seu novo trabalho. Intitulado Incompletudes deve mostrar os arquivos adormecidos no fundo de gavetas. Nas palavras do próprio artista a empolgação é muita. “Essas imagens soltas, essas histórias incompletas, esses fragmentos se tornarão um só ensaio onde o estado de incompletude seja o que unificará o trabalho”, enfatiza.

SERVIÇO

CARIRI MÁGICO - Abertura da nova exposição de Tiago Santana e relançamento do livro Benditos dia (16), às 20h. Haverá show de Manassés. Espaço Cultural Porto Freire (Parque del Sol, Rua Joãozito Arruda, s/n – Cidade dos Funcionários). A exposição é aberta ao público e prossegue até o dia 30 de outubro, das 10h às 18h. Outras informações: 3459 0061 / 3459 0062.

Isabel Costa - especial para "O POVO

quinta-feira, 16 de setembro de 2010